Se já terminou ou está a terminar o curso de médico veterinário e sonha em abrir a sua própria clínica, então este artigo é para si.

Abrir uma clínica veterinária dá o seu trabalho, como é normal quando se quer abrir uma empresa, mas as compensações valem muito a pena.

Existe bastante concorrência no mercado e por isso é importante avaliar alguns fatores antes de partir para a aventura.

Localização

A localização da clínica será essencial para o seu sucesso. Nem é bom estar num local isolado nem no meio de uma cidade com três ou quatro clínicas, já estabelecidas há nos, num raio de 1 quilómetro.

O ideal será fazer um levantamento da concorrência na área, dos preços de aluguer e/ou compra de espaço para a clínica, e só então tomar uma decisão.

Investimento inicial

Embora possa ser relativamente alto para quem se está a iniciar, o investimento inicial não deverá ser entrave à abertura da clínica. Vai precisar de algum material essencial, de pagar o aluguer do espaço se não tiver logo opção por compra, e ter algum dinheiro de lado para imprevistos.

Oferta de serviços

A não ser que disponha de um amplo fundo de maneio, de início ofereça apenas os serviços mais simples. Consultas de rotina, vacinação, cirurgias e estirilização.

Serviços adicionais como a tosquia ou o serviço domiciliário ficam mais caros e podem implicar a contratação de pessoal auxiliar.

Preços

É tentador oferecer preços mais baixos do que a concorrência para atrair clientela mas não caia nessa tentação. O seu trabalho deve ser valorizado e os potenciais clientes verão isso como sinal de confiança e qualidade do seu trabalho.

Se quiser fazer algo diferente, oefereça promoções ou descontos na aquisição de rações em datas especiais.

Horário de atendimento

Por fim, proporcione um horário de atendimento alargado, que possibilite visitas de clientes durante a semana e pelo menos ao sábado de manhã.